segunda-feira, 30 de Setembro de 2013

"A Dança dos Dragões" de George R.R. Martin - Opinião

A Dança dos Dragões é um livro absolutamente viciante. Não é como os 2 volumes anteriores, principalmente O Mar de Ferro, em que não há muita ação. Neste livro, Martin volta a fascinar-nos com certas revelações mesmo típicas de si, para além de nos reencontrarmos com personagens que já há 2 livros não tinham destaque.
Os acontecimentos n'A Dança dos Dragões desenrolam-se a seguir A Glória dos Traidores. Assim, Tyrion encontra-se em fuga, após matar o seu pai, acompanhado do seu atual melhor amigo, o vinho (algo que tem em comum com a sua "querida" irmã). Tyrion chega a Pentos onde se encontra com Illyrio Mopatis, onde temos a confirmação de que Varys sempre conspirou para trazer os Targaryen de volta ao poder. Com este encontro Tyrion fica a saber dos dragões de Dany e parte ao seu encontro, com esperanças de ser aceite e voltar com ela a Westeros para destruir a sua irmã e reclamar Rochedo Casterly para si. Esta primeira parte da viagem de Pentos para a Baia dos Escravos, onde se encontra atualmente Daenerys em Meeren, é realizada a bordo de um navio que percorre o Roine até Volantis, onde se encontrariam com a Companhia Dourada. Neste navio vai também a bordo um mercenário de seu nome Griff, e o seu jovem filho. Mas aqui estão as revelações Martinianas, este suposto mercenário que se dá pelo nome de Griff não é nada mais nada menos do que um grande amigo do falecido Principe Rhaegar, e o seu filho é afinal Aegon, filho de Rhaegar e de Elia Martel, que se pensava morto pela Montanha. Aegon, vai então ao encontro da sua tia, para reconquistarem o que lhes pertence por direito. Mas várias reviravoltas levam à captura de Tyrion por Jorah Mormont que o pretende levar à sua Rainha, e Aegon acaba por decidir que não quer ir ter com a sua tia, mas sim que ela venha ter com ele a Westeros, embora ela nem saiba da sua existência.
Na Baia dos Escravos, em Meeren, Dany depara-se com vários problemas, ataques por parte dos Filhos da Hárpia, dragões difíceis de controlar que acabam por ser presos, menos Drogon que consegue escapar,  a guerra com Yunkai e Astapor e um casamento eminente com Hizdahr zo Loraq embora o seu coração bata por Daario. Estou curiosa para ler qual será a reação de Quentyn Martell, que se encontra cada vez mais perto, a tudo isto quando se encontrar com a sua prometida.
Já no Norte, a vida não é fácil para o Comandante da Patrulha da Noite. Tem de lidar com Stannis, com os Selvagens que agora se instalaram na Muralha e com Mellisandre. Mance Rayder é queimado em frente de todos os Selvagens, mas mais tarde vem-se a revelar que era o Senhor dos Ossos disfarçado sob um feitiço da Mulher de Vermelho. Stannis parte para as montanhas em busca de novos aliados, após isto ataca contra os Homens de Ferro, incluindo Asha, que se encontram na Praça de Torrhen. Davos, viaja também até Porto Branco para trazer Lorde Manderly para a causa do Rei Stannis, a sua decapitação, relatada nos livros anteriores, vem-se a descobrir que não era verdade. O Lorde Manderly assegura a Davos que jurará lealdade a Stannis se o Cavaleiro das Cebolas lhe trouxer um verdadeiro Stark, Rickon. Acredito que esta demanda vai dar vários problemas. Não deverá ser assim tão fácil encontrar quem não quer ser encontrado.
Ramsay Bolton tem um novo Cheirete, o antigo Theon. Antigo porque este já não é Theon, dado todas as torturas que sofreu ás mãos do depravado Ramsay. Sinceramente não sei quem odeie mais neste momento o morto Joffrey ou este bastardo que pensa que vai casar com a verdadeira Arya e tornar-se senhor de Winterfell. Winterfell que ele destruiu!
Brandon está cada vez mais interessante, finalmente encontrou o Corvo de Três Olhos que afinal tem só um, e está a aprender coisas que provavelmente se virão a revelar deveras interessantes.
Foi outro livro magnifico de Martin, é pena não estarem ainda publicados os livros que se seguem a Os Reinos do Caos.
Página do meu diário de leituras referente ao livro
Boas leituras esmiuçadores :)

2 comentários:

  1. Agora é que as coisas começam a aquecer!! Não percebo como é possível esta saga ficar melhor a cada livro, é incrível! Já reparei que estás a ler o "Os Reinos do Caos", eu ainda não tive coragem de lhe pegar porque ainda temos tanto tempo de espera pelo próximo :( Mas estás a gostar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim! Estou a adorar, este está a ser ainda melhor do que "A Dança dos Dragões". Tipo, soberbo!!

      Eliminar